quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

O catolicismo de Jack Kerouac


Muitos associam Jack Kerouac, e sua famosa obra "On The Road" à cultura alternativa. Estão errados. Essa nunca foi a intenção dele. Jack Kerouac era católico.

Nas palavras dele: "On the Road was really a story about two Catholic buddies roaming the country in search of God. And we found him. I found him in the sky, in Market Street San Francisco (those 2 visions), and Dean (Neal) had God sweating out of his forehead all the way. THERE IS NO OTHER WAY OUT FOR THE HOLY MAN: HE MUST SWEAT FOR GOD. And once he has found Him, the Godhood of God is forever Established and really must not be spoken about." - http://www.culturewars.com/CultureWars/1999/kerouac.html

Em outra entrevista, ele ainda disse com todas as letras: " "I'm not a beatnik, I'm a Catholic". - http://www.nytimes.com/books/97/09/07/home/kerouac-obit.html

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Os afetos x inteligência e vontade


Eu não gosto do que diz...(Jesus, a Bíblia, a Igreja, o padre, o Papa, o Olavo de Carvalho, a esquerda, a direita, etc.) Esqueça o que você gosta ou não gosta. Neste primeiro momento, abra sua mente, apenas reflita e constate se a informação recebida lhe parece correta ou incorreta. Seja humilde. Se você julgar incorreta, descarte-a. Se julgar correta, faça o propósito firme de agir de acordo com aquela verdade. Assim, com o tempo (vida de oração, exame de consciência e sacramentos ajudam muito), Deus irá mudar as disposições do seu coração, de maneira que a sua vontade encontrará menos resistência para se inclinar àquilo que a sua inteligência já reconhece como bem. Você aprenderá a amar aquilo que é bom, e odiar aquilo que é mau.

sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

O horizonte de imaginação

Se alguém chegasse para um cidadão inglês, súdito do Império Britânico, em 1900, e dissesse: "olha, daqui a 50 anos não vai mais existir Império Britânico, vão acontecer duas guerras mundiais que vão matar quase 100 milhões de pessoas, Londres vai ser bombardeada de cima por máquinas que voam, o mapa todo da Europa vai mudar, vai existir uma bomba capaz de destruir uma cidade inteira de uma vez só, e os EUA e a Rússia vão ser as duas superpotências mundiais, enquanto que o Império Britânico vai ser reduzido à ilha da Inglaterra", o cidadão inglês ia dar risada e chamar o sujeito de louco, ou como é moda hoje em dia, de "teórico da conspiração".

Mas o fato é que tudo isso aconteceu, por mais louco e conspiratório que pudesse parecer a um cidadão inglês de 1900. Isso acontece porque o horizonte de imaginação do cidadão comum é limitado, qualquer informação que não se enquadre no esquema mental dele é vista como absurda e eliminada de imediato sem a mínima reflexão.

Então, quando alguém lhes disser algo que parece loucura, mas está embasado em fatos e argumentos válidos, os quais você não consegue invalidar e refutar, aceite humildemente que o louco é você.

Palpites sobre o Cristianismo

Se perguntarmos a qualquer pessoa para dar sua opinião sobre Física Quântica, pouquíssimas pessoas dirão qualquer coisa, pois entendem que trata-se de uma disciplina extremamente complexa, que exige anos de estudo para tão somente ser um iniciado, e mais uma vida inteira para ser um especialista. Pois bem, a Física Quântica é uma disciplina com cerca de 100 anos. Agora, quando trata-se de religião, especificamente o Cristianismo, cujo corpo de conhecimentos acumula no mínimo 2000 anos, aí temos um bando de pessoas dando opinião atrás de opinião sem ter a mínima ideia do que estão falando, e pior, sem ter sequer a noção DE que e DO que deveriam estudar durante uma vida inteira, para ainda assim, após tamanho esforço, tão somente poderem opinar sobre um tópico muito, muito específico.

Homenagem ao senhor Francis Servel

Eu quero aqui prestar minha homenagem ao senhor Francis Servel, ex-piloto da Força Aérea francesa. O sr. Servel sacrificou-se para salvar a vida de sua amada esposa Nicole, no naufrágio do Costa Concordia.

Não havia coletes salva-vidas para todos; o sr. Servel entregou seu colete para a esposa e disse "Vá, minha querida, nade sempre em frente. Eu vou dar um jeito de sair". Essa foi a última vez que a sra. Servel viu seu bravo esposo.

A coragem do sr. Servel foi a exceção em meio a covardia e maldade que se apossou dos demais homens do navio, era esperada da geração a qual ele pertence e dificilmente será encontrada em meio a esta geração seguinte que cresceu desacreditando nos valores que fundamentam a vida humana.

Mulheres e crianças primeiro

Uma sociedade que não coloca a vida de suas mulheres e crianças como prioridade é uma sociedade onde a masculinidade perdeu todo o sentido, e esse é o caso do Ocidente de hoje.

http://artofmanliness.com/trunk/2065/women-and-children-first-down-with-the-ship/

domingo, 20 de janeiro de 2019

Resenha de "Across the Universe"

Resenha feita em 12/2011:

Acabei de assistir "Across the Universe", musical inspirado nas composições dos Beatles, e recomendo a todo mundo, principalmente aos beatlemaníacos. A trilha sonora obviamente dispensa comentários, mas além disso, a fotografia e edição de vídeo é fantástica e o filme é recheado de referências, como uma garota que entra pela janela do banheiro...

Guitarra x piano no rock and roll

É curioso que a guitarra tenha despontado como instrumento mor do rock, sendo que nos primórdios do mesmo, nos anos 50, concorria com ela em pé de igualdade o piano. Das músicas da época hoje consideradas clássicas, prefiro aquelas compostas para o piano, que conferia à música um peso que a guitarra ainda não tinha condições de rivalizar. Não que eu não goste de "Johnny B. Goode", ou "Blue Suede Shoes", mas ouçam a agressividade de "Long Tall Sally" e "Whole Lotta Shakin' Going On", por exemplo. Perto dessas, as primeiras parecem inocentes, não remetem à suposta rebeldia que o rock and roll deveria representar. Pra ilustrar meu ponto, vejam Little Richard (para mim o melhor artista de rock da época) levando a galera à loucura: http://www.youtube.com/watch?v=g1JiH8ByVx8. Mas afinal, por que o piano foi relegado a segundo plano ao longo dos anos? Meu palpite é que a guitarra venceu pela praticidade e pelos desenvolvimentos técnicos posteriores, como a distorção, que possibilitaram toda uma nova gama de timbres e técnicas.

Limites morais da liberdade de expressão



Quando os Pais Fundadores dos Estados Unidos consagraram a liberdade de expressão como um princípio basilar das repúblicas modernas, jamais imaginaram a quantidade avassaladora de idiotas que abusariam deste princípio, principalmente no Brasil. Invertendo-o de mera ferramenta para fim em si mesmo, o sujeito crê que o importante é se expressar, tão somente. O conteúdo é mero acessório. Ora, se expressar, até um cachorro latindo se expressa, muitas vezes passando uma mensagem mais nítida e importante do que muita gente por aí. Precisamos acabar com essa verborragia endêmica, que além de não acrescentar nada aos debates importantes, desvia a atenção do tema central para detalhes irrelevantes, burrificando assim não só o próprio discursante, mas também o interlocutor destreinado, que cai vítima inerte. Isso quando ele próprio não resolve também emitir sua opinião, sobre um assunto o qual ambos desconhecem completamente. A maneira de acabar com isso (ou pelo menos minimizar) é desmoralizando sempre que possível essas pessoas que emitem opiniões sem um mínimo de embasamento. Quem não tem o que dizer deve calar-se.

O poder de um grande pregador

  Umas das marcas de um grande pregador, escritor, poeta, filósofo, enfim, homem de letras, homem de gênio, é a sua capacidade de infundir n...