terça-feira, 20 de outubro de 2020

Como NÃO abordar um cliente

 



Minha filha Beatriz é um baita caso de como abordar (ou NÃO) um cliente para lhe vender algo. Se tu pede algo para ela diretamente, é quase certo que ela dirá "não" e sairá correndo. É como chegar na cara do prospecto dizendo "compre!". 

A abordagem indireta - e aí existe uma infinidade de maneiras, não vou entrar no assunto agora - aumenta muito as chances da pessoa pelo menos te ouvir alguns segundos...que podem virar minutos...que podem virar horas, dias, semanas, meses e anos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os palavrões da fé

Vivemos numa época em que, numa roda de conversa, falar palavras como "Deus", "Céu", "Inferno", "pecado&q...