domingo, 18 de outubro de 2020

O investimento da vida eterna


No mundo dos negócios e investimentos, existe o conceito de "tese de investimento". É uma aposta que se faz em uma determinada conjuntura futura, com base em alguma tendência que se percebe no presente. Por exemplo: o jovem Bill Gates percebeu que o poder de processamento dos computadores aumentava exponencialmente ano a ano, prevendo assim que a computação se tornaria em breve algo bastante barato e acessível a muitas pessoas; logo, faria sentido fundar uma empresa especializada em desenvolver programas para estes computadores, e assim surgiu a Microsoft. A tese de investimento vingou. Big time.

Aplicando este conceito à vida espiritual, assim que se entra em contato mais profundamente com os ensinamentos de Jesus Cristo e da Igreja Católica, surge como que uma "tese de investimento" cuja dimensão é de proporções gigantescas: Deus pensou em você desde toda a eternidade, e tem um projeto específico para a sua vida, o qual lhe cabe descobrir e levar a cabo. 

Releia a afirmação anterior e deixe-a assentar por um momento. Nesta mesma afirmação, não está dito, mas está implícito - quando se leva em conta Quem está lhe propondo a empreitada, e o custo que isso implica - o prêmio que será dado àqueles que cumprirem a missão: não uma fortuna em bens materiais, que a traça e a ferrugem corroem; não a glória humana, fugaz e passageira; mas nada mais, nada menos que a vida eterna, a bem-aventurança, a glória do Céu, a visão beatífica, o Bem supremo, o Amor; ninguém mais, ninguém menos que o próprio Deus, em doação infinita e para todo o sempre.


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O poder de um grande pregador

  Umas das marcas de um grande pregador, escritor, poeta, filósofo, enfim, homem de letras, homem de gênio, é a sua capacidade de infundir n...