quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Nem tudo é tão massificado em nossa sociedade atual

Nem tudo é tão massificado em nossa sociedade atual. 

Por exemplo, quando éramos crianças, não fazia muito sentido perguntar: tu assiste He-Man? Ora, TODO MUNDO que tinha tv assistia He-Man. E todos os demais desenhos que passavam na Globo ou SBT.

Hoje, nem todo mundo assiste os mesmos seriados da Netflix (ou outro serviço de streaming). Temos que perguntar, temos que indicar nossas séries favoritas para os amigos.

Então, nesse ponto, parece que melhoramos, temos mais opções. Ainda é massificado, sim, mas tem muito mais variedade, para vários gostos distintos.

Por enquanto, acho que isso ainda se restringe a essa bolha da Internet da classe média. O "povão" ainda assiste novela e Faustão. Mas que bom que já existem alternativas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os palavrões da fé

Vivemos numa época em que, numa roda de conversa, falar palavras como "Deus", "Céu", "Inferno", "pecado&q...